fbpx

Auriculoterapia é uma técnica da acupuntura, que usa o pavilhão auricular para efetuar o tratamento de saúde, aproveitando o reflexo que a aurícula exerce sobre o sistema nervoso central.

Pesquisas mostram que na antiguidade já usavam pontos auriculares para tratamento de saúde, como no Egito (2500 A.C) e na obra clássica “Hung Ti Nei Ching”, escrita há mais de 5 mil anos, referindo-se ao pavilhão auricular como um órgão isolado, que mantém relações com os demais órgãos e regiões do corpo através do reflexo cerebral.

Só no terceiro século da nossa era, é que se começou a mencionar as relações entre os meridianos da acupuntura e a orelha, considerada como centro de reunião dos meridianos, onde era mais intensa essa relação de energia. A localização e nomenclatura dos pontos foram introduzidos gradativamente, à medida que eram intensificados os estudos e observações da relação aurícula-órgãos, aurícula-funções orgânicas e aurícula-posições anatômicas do corpo. Nos últimos 80 anos a Auriculoterapia vendo sendo aplicada com êxito no tratamento de algias e em procedimento de analgesia profunda (anestesia).

Auriculoterapia tem relação com a Reflexologia, seguido, entretanto, o mesmo sistema de diagnóstico das terapias convencionais, ou seja, anamnese, exames clínicos, exames laboratoriais, raios-x, etc. Quando se associa a técnica de terapia auricular com a acupuntura sistêmica, obtêm-se a dinamização do processo de equilíbrio e a cura. O uso da Auriculoterapia é compatível com todas as demais formas de tratamento. Não apresenta efeitos colaterais, desde que o diagnóstico seja correto e os programas de tratamento sejam bem dimensionados.

auriculoterapia

A associação Aurícula/Acupuntura acelera a eliminação dos efeitos colaterais dos medicamentos, suprimindo as possíveis incompatibilidades que por porventura possam ocorrer entre a Acupuntura e alguns fármacos (cortisona, calmantes, antidepressivos, drogas, etc.). Permite, também, o tratamento de pessoas em estado de intoxicação por drogas ou álcool, de pessoas idosas, mulheres grávidas ou menstruadas.

O efeito, apesar de lento, é seguro. Isso torna o uso de Auriculoterapia um meio terapêutico eficaz em emergência clínicas, porque pode prescindir do uso de agulhas.

Como qualquer outra forma de tratamento, a Auriculoterapia também tem contraindicações de práticas:

  • Em gestantes

Não usar pontos relacionados a pelve, abdômen, glândulas endócrinas, tireoide, hipotálamo, subcortex, suprarrenais, baço e intestino grosso.

Se a mulher estiver em período de amamentação, não usar pontos relacionados às glândulas endócrinas, hipófise, tireoide e hipotálamo.

  • Em adolescentes em fase de mudança hormonal

Não usar pontos relacionados às glândulas endócrinas, tireoide, hipófise e hipotálamo.

  • Em alérgicos e/ou doenças autoimunes

Não usar pontos relacionados a imunologia e ponto de Darwin.

  • Portadores de marca-passo

Em hipotensos, não usar pontos relacionados a ponte de coração.

OBS.: não realizar a prática quando estiver com problemas inflamatórios no ouvido (otite), e ponto inflamados de brincos e piercings.

Bases de estudo – Tratado de Auriculoterapia – Marcelo Souza

Tem interesse? Preencha o formulário

Conheça nossa loja e saiba mais sobre os benefícios da auricoloterapia

VALE-ÓLEO ESSENCIAL

Preencha o formulário e GANHE um frasco de 0,5ml da Laszlo

Válidos para compras acima de R$ 50
  • Já sabe como usar os Óleos Essenciais?
→ Oferta válida exclusivamente para a primeira compra e enquanto durarem os estoques"
 
close-link
Enviar mensagem
Dúvidas?